Trends

Você pode comprar a casa que retarda o envelhecimento

Está à venda em Nova Iorque, nos Hamptons, pelo preço de R$ 5,5 milhões, a Bioscleave House (Lifespan Extending Villa), o primeiro projeto da “arquitetura processual” construída na América.

Vista externa na casa que promete aumentar a longevidade dos seus moradores.

A equipe de arquitetura dos japoneses Arakawa e Gins,  idealizadores do projeto, acreditava que eles poderiam projetar uma casa que permitisse a seus residentes prolongar sua vida útil. O imóvel foi criado como resultado de uma pesquisa iniciada na década de 60, chamada de Architectural Body Research Foundation, que praticava a “arquitetura contra a morte”. Trata-se de “[…] de um ambiente estimulante para uma vida saudável”, disse Arakawa a respeito do projeto.

Por fora ela só parece uma casa colorida, mas por dentro ela não é nada comum.

Concebido como uma habitação para uma família, a casa tem 315 m² de área total e 255 de área construída, divididos entre uma quatro quartos, dois banheiros, sala de estudo, sala de estar com lareira e uma cozinha.

Vista de um dos quartos. Detalhe para o piso irregular que força a quem nela está andar nas pontas dos pés.

No centro encontra-se uma cozinha e com espaço para refeições rebaixado, rodeadas por pisos íngremes e irregulares da área de estar. As paredes interiores e exteriores dos quartos são pintadas em blocos de cores vibrantes em contraste com as paredes opacas. As janelas são colocadas em alturas inesperadas e os postes verticais ajudam a percorrer o desafiador piso irregular.

Tudo isso tem um motivo:

O principal cômodo da casa. Acredita-se que todos esses desafios de sentidos ajudam a reprogramar o cérebro humano, aumentando a imunidade.

O terreno e paredes foram concebidos de modo não costumeiro para manter uma pessoa sempre ativa, recebendo estímulos diferentes a todo tempo, de modo que morador está sempre desafiando seus sentidos, até mesmo nas tarefas mais simples. Nesse desafio, eles acreditavam, permitir que o corpo se reconfigurasse constantemente e com o tempo se tornasse um meio de fortalecer o sistema imunológico.

Fonte: Casa Vogue