Trends

Brasileiras que continuam fazendo a diferença na arquitetura

Como em muitas outras profissões, nome das mulheres ainda é pouco lembrado quando pensamos em premiações e grandes projetos. Isso porque muitas delas há anos atrás não foram reconhecidas como autoras de seus próprios trabalhos, ou vistas apenas como co-autoras de projetos que realizaram sozinhas.

A pequenos passos caminhamos para a mudança e alguns nomes femininos já são vistos, mesmo que poucas vezes, em grandes premiações como o Pritzker.

Para prestar uma homenagem à luta das mulheres e enaltecer os talentos que temos aqui em nosso país, vamos falar de três grandes arquitetas brasileiras que tiveram grandes conquistas em suas carreiras e precisam ser reconhecidas pela maior quantidade de pessoas possível.

A primeira delas é Carla Juaçaba, com foco na arquitetura sustentável, em 2013 foi vencedora do prêmio arcVision – Women in Archtecture.

Carla busca sempre analisar o contexto social em seus projetos, isso a torna um dos nomes destaques na área.

A segunda arquiteta que vamos contar um pouquinho é a paisagista Rosa Grena Kliass, ganhadora de diversos prêmios no campo. Além de realizar diversos trabalhos estatais, também foi autora de um livro sobre o tema.

E por último, mas não menos importante, a primeira mulher a ser considerada urbanista no Brasil, Carmen Portinho.

Participou de obras importantíssimas como o aterro do Flamengo, o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e os conjuntos habitacionais do Pedregulho.

Além disso, foi a terceira mulher a se formar em engenharia no país.